Cidades Subterrâneas da Capadócia

CAPADÓCIA E AS CIDADES SUBTERRÂNEAS

Estima-se que na Capadócia existam em torno de 36 cidades subterrâneas, porém, apenas algumas estão abertas ao público. Nos nossos roteiros diários incluímos visitas às cidades de Kaymakli (com oito níveis dos quais quatro estão abertos à visitação) e Derinkuyu, a cidade subterrânea mais profunda localizada nas proximidades do Vale de Ihlara. Outras cidades menores estão abertas e podem ser visitadas, como Ozkonak, Mazi e Tatlarin. As cidades subterrâneas da Capadócia possuem um perfeito sistema de ventilação, cozinhas, poços para captação e armazenamento de água, dormitórios e estábulos numa estrutura suficiente para abrigar milhares de pessoas por meses a fio. Embora contando com toda esta estrutura não é provável que estas cidades tenham sido habitadas em tempo integral. Acredita-se que elas foram criadas e utilizadas durante algum tempo como esconderijo nos ataques de saqueadores e nas perseguições aos cristãos. Muitos arqueólogos e historiadores defendem a tese de que as cidades subterrâneas estariam interligadas. O fato de não terem sido exploradas em todos os níveis mantém as cidades subterrâneas envoltas numa aura de mistério.

CIDADE SUBTERRÂNEA DE KAYMAKLI (KAYMAKLI YERALTI SEHRI)

Descoberta no ano de 1964, a mais extensa cidade subterrânea da Capadócia remonta à época dos hititas, em torno do ano 1300 a.C.. Construída sob uma colina chamada “cidadela de Kaymaklı” a cidade conta com 8 níveis desenvolvidos em torno de poços de ventilação. As passagens entre os níveis da cidade de Kaymaklı são baixas, estreitas e inclinadas oferecendo maior dificuldade na locomoção, se comparadas às de Derinkuyu. Quatro níveis da cidade estão abertos à visitação sendo o primeiro deles reservado aos estábulos, no segundo estão a igreja e aposentos e no terceiro os espaços comuns utilizados como cozinhas e imensos depósitos de mantimentos. A exemplo de outros esconderijos subterrâneos, em Kaymakli encontramos grandes pedras em formato circular que chegam a pesar 500 quilos. Estas pedras talhadas em material resistente eram trazidas da parte exterior da cidade e utilizadas para lacrar as aberturas evidenciando uma inteligente estratégia de proteção. Estima-se que a mais extensa cidade da Capadócia tenha abrigado mais de 3.500 pessoas. A Cidade Subterrânea de Kaymaklı está aberta ao público todos os dias:
De 01/04 à 31/10 – Das 08h30min. às 19h00 – Os ingressos devem ser adquiridos até às 18h15min.
De 01/11 à 31/03 – Das 08h30min. às 17h00hs – Os ingressos devem ser adquiridos até às 16h15min).
Horário de abertura no primeiro dia dos feriados religiosos: 13h00
Os ingressos custam: 30 Liras Turcas

CIDADE SUBTERRÂNEA DE DERINKUYU (DERINKUYU YERALTI SEHRI)

Conhecida como a cidade subterrânea mais profunda da Capadócia (85 metros), Derinkuyu contém diversos níveis com capacidade para abrigar até 20 mil pessoas. Nos primeiros níveis da cidade ficavam os estábulos e os depósitos de mantimentos e vinho. Os andares mais profundos eram reservados para outras acomodações e para uma igreja. A hipótese mais lógica considera que Derinkuyu tenha sido edificada em 1.800 a.C.. Estudos apontam que a desocupação total desta cidade tenha ocorrido por volta do século VIII. A Cidade Subterrânea de Derinkuyu está aberta ao público todos os dias:
De 01/04 à 31/10 – Das 08h30min. às 19h00 – Os ingressos devem ser adquiridos até às 18h15min.
De 01/11 à 31/03 – Das 08h30min. às 17h00hs – Os ingressos devem ser adquiridos até às 16h15min).
Horário de abertura no primeiro dia dos feriados religiosos: 13h00
Os ingressos custam: 30 Liras Turcas

CIDADE SUBTERRÂNEA DE OZKONAK (OZKONAK YERALTI SEHRI)

Localizada na encosta do Monte Idis, a nordeste da cidade de Avanos, a cidade subterrânea de Ozkonak foi descoberta no ano de 1.972 por um agricultor local. A época provável de sua construção data do período bizantino embora haja indícios que ela possa ser mais antiga. Foram descobertos 10 níveis numa profundidade de 40 metros. Atualmente apenas 3 níveis se encontram abertos à visitação. As características comuns entre Ozkonak e as cidades de Kaymakli e Derinkuyu estão no sistema de ventilação, de coleta e armazenamento de água e nos espaços para a produção e armazenamento de vinho. Além de ser a menor das três cidades, Ozkonak se distingue por seu portão de pedra talhada em formato circular ( o maior encontrado na região da Capadócia) e pelos buracos na parte superior dos túneis, utilizados para derramar óleo fervente em caso de invasão. A Cidade Subterrânea de Ozkonak está aberta ao público todos os dias:
De 01/04 à 31/10 – Das 08h30min. às 19h00 – Os ingressos devem ser adquiridos até às 18h15min.
De 01/11 à 31/03 – Das 08h30min. às 17h00hs – Os ingressos devem ser adquiridos até às 16h15min).
Horário de abertura no primeiro dia dos feriados religiosos: 13h00
Os ingressos custam: 10 Liras Turcas

CAPADÓCIA E A MAIOR CIDADE SUBTERRÂNEA DO MUNDO

Descoberta em 2014, na cidade de Nevsehir, acredita-se que este pode ter sido o maior centro urbano subterrâneo do mundo. A nova cidade subterrânea foi descoberta graças a um projeto de transformação urbana chamado TOKI, onde foram demolidos vários edifícios antigos localizados em torno da histórica fortaleza de Nevsehir. O intuito do projeto era revitalizar a região dando lugar à novos edifícios. A descoberta da maior cidade subterrânea se deu justamente no início dos trabalhos com as novas construções e causou grande impacto no mundo da arqueologia. Estima-se que a nova cidade tenha extensão de 45 hectares e sua construção remonte à 5000 anos. O sítio que pode vir a ser a maior cidade subterrânea do mundo ainda não está aberto à visitação, mas já se sabe que no seu interior foram encontrados imensos túneis e igrejas.